Regina Duarte apoia perdão de Bolsonaro a Daniel Silveira em ode a ‘canetada’

A atriz e ex-secretária de Cultura do governo de Jair Bolsonaro (PL) Regina Duarte manifestou apoio nesta sexta-feira (22) ao perdão do presidente ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) na quinta (21).

No Instagram, ela postou a foto de uma caneta Bic –em referências às “canetadas” que o presidente promove desde o início do seu mandato– e escreveu: “o meu presidente, o nosso presidente: em seu governo não se aceita censura”. A postagem foi repercutida por apoiadores de Bolsonaro, como a deputada Bia Kicis (PSL-DF).

O perdão de pena foi concedido por Bolsonaro ao deputado Daniel Silveira, condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicial fechado, por ataques aos ministros da corte.

Em declaração transmitida nas redes sociais, o presidente argumentou que a liberdade de expressão é “pilar essencial da sociedade” e que a sociedade encontra-se em “legítima comoção” por causa da condenação. “A graça de que trata esse decreto é incondicionada e será concedida independente do trânsito em julgado [da ação]”, disse Bolsonaro.

Regina Duarte já recebeu avisos do Instagram em 2020 ao fazer uma série de publicações com dados falsos, indo de uma série de imagens com informações sobre a gripe espanhola, passando por posts sobre a liberação da cloroquina para o tratamento da Covid-19.

A atriz, que rompeu o contrato com a Globo, foi secretária de Cultura por dois meses e meio, entre março e maio de 2020, após semanas de fritura. Em seguida, assumiu Mario Frias, que deixou a pasta recentemente para se preparar à candidatura de deputado federal. No final de março, assumiu Hélio Ferraz de Oliveira, que acompanhou Frias na polêmica viagem da dupla a Nova York feita em dezembro do ano passado.

O post Regina Duarte apoia perdão de Bolsonaro a Daniel Silveira em ode a ‘canetada’ apareceu primeiro em Jornal de Brasília.