Hvep arrecada agasalhos para cães e gatos

O Serviço Público Veterinário (Hvep), administrado pelo Instituto Brasília Ambiental, iniciou, nesta semana, uma campanha do agasalho para os bichinhos internados no centro cirúrgico até o dia 31 de agosto.

Quem quiser ajudar com a ação voluntária poderá deixar as contribuições nos coletores instalados na recepção do Hvep.

O Hvep não disponibiliza cobertores aos pacientes, portanto, manter o animal agasalhado e aquecido durante os procedimentos é uma responsabilidade do tutor. A diretora do Serviço Público Veterinário, Mayara Cauper, explica o objetivo da campanha: “Muitas vezes, o tutor não tem condições de trazer ou comprar um cobertor para o seu animal, assim, as doações ajudam para que nosso estoque de cobertores não acabe”.

A expectativa é de que parte das doações também seja destinada aos Amigos da Zoonose. “Do mesmo jeito, os animais que estão na Zoonoses também precisam se aquecer. Dependendo da quantidade de doações, o excedente iremos doar para os animais que estão à procura de um lar e que são albergados”, informa a diretora.

O Hvep ressalta que as doações são apenas de cobertores, mas outros itens não disponibilizados pelo serviço à população – como ração e medicamentos orais – poderão ser ofertados para contribuir com tutores que não possuem condições de arcar com a compra.

Ações

O Serviço Veterinário Público realizou, em 2021, 210.205 atendimentos, sendo divididos em 54.662 administrações de medicamentos, 2.834 cirurgias, 19.460 consultas, 14.030 retornos, 23.393 exames de imagem e 95.846 exames laboratoriais. “Nosso número de atendimentos foi recorde, superando 2020, quando foram realizados 129.880”, comemora Mayara Cauper.

Inaugurada em 5 de abril de 2018, no Parque Ecológico do Cortado, em Taguatinga, a unidade veterinária oferece serviços gratuitos para cães e gatos, sobretudo a famílias de baixa renda ou inscritas em programas sociais do Governo do Distrito Federal (GDF).

A atuação do Hvep contribui indiretamente para ações como diminuição do abandono de animais pelos tutores e, consequente, redução da superpopulação de cães e gatos no meio urbano; diminuição da introdução de espécies exóticas invasoras (cães e gatos abandonados) em unidades de conservação ou fragmentos de vegetação nativa; e aumento da qualidade de vida dos animais atendidos.

As informações são da Agência Brasília

O post Hvep arrecada agasalhos para cães e gatos apareceu primeiro em Jornal de Brasília.