Prefeito que patrocinou Bíblia com foto de ministro pede para remarcar audiência

O prefeito de Centro Novo do Maranhão, Junior Garimpeiro (PP), convidado a prestar esclarecimentos à Comissão de Educação, no Senado, nesta quarta-feira, 27, pediu que seu depoimento fosse remarcado antes do início da sessão que ele havia confirmado participação. Os senadores apuram um esquema de corrupção operado pelos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura dentro da gestão Milton Ribeiro no Ministério da Educação.

Junior Garimpeiro havia confirmado sua participação via videoconferência. Segundo o presidente da Comissão de Educação, Marcelo Castro, o prefeito de Centro Novo enviou um e-mail ao Senado pela manhã, pedindo a remarcação.

“O horário inicialmente informado da reunião era às 9h30. Com a mudança do horário para as 10h30, não poderei participar, pois já havia outros compromissos na minha agenda”, informou o prefeito no e-mail, segundo o senador.

A Comissão de Educação também ouviria nesta quarta a assessora dos pastores, Nely Jardim, e o consultor do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) Darwin Einstein Arruda Nogueira Lima. Ambos também não compareceram.

“A sra Nely teve a delicadeza e a cortesia de comunicar a essa Comissão que não viria”, disse Marcelo Castro. “O Darwin não se comunicou com a Comissão aqui, não disse que viria nem que não viria.”

Como o Estadão mostrou hoje, Garimpeiro patrocinou bíblias com foto do pastor Milton Ribeiro quando ele era ministro do governo Jair Bolsonaro (PL). Os exemplares eram parte de pagamento de propina cobrada pelos dois pastores para liberar acesso ao então ministro.

No fim de março, Ribeiro foi obrigado a deixar o cargo após o Estadão noticiar um esquema de cobrança de propina na pasta em troca de liberação de recursos públicos para creches e escolas. A contrapartida em dinheiro, compra de bíblias e até barras de ouro era solicitada pelos religiosos Gilmar Santos e Arilton Moura – ambos ligados a Ribeiro -, segundo relatos de prefeitos. Os três estão sob investigação.

Uma versão da Bíblia editada por Gilmar Santos que circula na cidade maranhense cita a ajuda do prefeito na confecção do material. “Nossos agradecimentos ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, ao pastor Arilton Moura e ao prefeito Junior Garimpeiro, da cidade de Centro Novo do Maranhão-MA, pelo patrocínio na confecção dessas bíblias.”

As bíblias de Centro Novo estampam em suas primeiras páginas as imagens de Milton Ribeiro, de Gilmar Santos, de seu genro, o pastor Wesley Costa, e do prefeito com sua família. O exemplar é semelhante ao distribuído em um evento do MEC, em julho do ano passado, na cidade de Salinópolis, no Pará, como noticiou o Estadão.

Na cidade paraense, a 220 quilômetros de Belém, edições do livro com imagens do então ministro e dos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura foram entregues durante um encontro de prefeitos. A impressão destacou o “patrocínio” do prefeito de Salinópolis, Carlos Alberto de Sena Filho, o Kaká Sena, do PL, que também teve a imagem estampada entre a contracapa e a folha de rosto da publicação.

A Comissão de Educação aprovou requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Ree-AP) para ouvir o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub. No pedido, o parlamentar solicitou que Weintraub explique uma se recebeu ordem do presidente Jair Bolsonaro para “entregar” o FNDE ao “Centrão”.

Estadão Conteúdo

O post Prefeito que patrocinou Bíblia com foto de ministro pede para remarcar audiência apareceu primeiro em Jornal de Brasília.