Anvisa atualiza medidas sobre chocolates Kinder fabricados na Europa

Nesta quarta-feira, 27, a Anvisa publicou, a Resolução-RE 1.321, que atualiza as medidas de fiscalização em relação aos chocolates Kinder fabricados na Europa. A resolução anterior foi revogada para dar lugar à nova norma.

A proibição da comercialização, da distribuição, da importação e do uso dos produtos da marca Kinder fabricados na Bélgica pela empresa Ferrero continua valendo. Os chocolates dessa fábrica foram alvo de alerta internacional comunicando um surto de Salmonella typhimurium.

A nova norma inclui todos os produtos de nome Schoko-Bons procedentes da Bélgica, uma vez que a empresa Ferrero do Brasil informou ter identificado a comercialização de lotes desses produtos, importados por terceiros para o nosso país.

Esse chocolate é fabricado nos sabores cacau e branco e está disponível em embalagens de 46g, 125g, 200g e 300g. A empresa também iniciou o recolhimento voluntário do produto.

O que o consumidor deve verificar?

Verificar no verso do produto se ele foi fabricado na Bélgica. Caso tenha produtos dessa procedência, não os consuma e entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da empresa Ferrero (telefone 0800 701 6595 e e-mail [email protected]) para ela poder providenciar o recolhimento.

A Agência segue acompanhando atentamente o caso e adotando as medidas necessárias para que a população brasileira não seja exposta a riscos.

O post Anvisa atualiza medidas sobre chocolates Kinder fabricados na Europa apareceu primeiro em Jornal de Brasília.