Bolsonaro ironiza Dilma e Ivan Valente após Comissão de Anistia negar indenização

O presidente Jair Bolsonaro reagiu com ironia à notícia de que a Comissão de Anistia negou os pedidos da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e do deputado federal Ivan Valente (PSOL) por indenizações. Os dois políticos de esquerda pediram reparação pelo período em que foram presos e torturados durante a ditadura militar, regime do qual Bolsonaro é apoiador.

“Dilma Rousseff, perdeu! Quem sabe lá na frente, quando algum esquerdista voltar ao poder, espero que não aconteça, você receba”, declarou o presidente em transmissão ao vivo nas redes sociais. “Ivan Valente gosta de uma grana. Tentou pegar mais uma graninha do Estado com as barbaridades que fez no passado”, acrescentou, sem citar a tortura à qual Dilma e Valente foram submetidos.

Bolsonaro ainda afirmou que vai divulgar quanto os anistiados após a ditadura recebem de pensão do Estado brasileiro.

Estadão Conteúdo

O post Bolsonaro ironiza Dilma e Ivan Valente após Comissão de Anistia negar indenização apareceu primeiro em Jornal de Brasília.