MDB avalia que União Brasil rejeita Doria, mas pode aceitar Tebet como presidenciável

Fábio Zanini
São Paulo, SP

A sinalização da União Brasil de que vai desistir da candidatura única da terceira via ligou o alerta no MDB. O partido avalia que o gesto de Luciano Bivar, presidente da sigla, é motivado por rejeição a João Doria (PSDB), e que uma aliança em torno da senadora Simone Tebet (MDB) ainda é possível.

Bivar é o pré-candidato presidencial da União Brasil e disse que a decisão definitiva será tomada na próxima quarta-feira (4), em novo encontro do partido com os presidentes de PSDB/Cidadania (que pretendem se unir em numa federação) e MDB.

“Na reunião de quarta, vamos decidir se vamos querer uma candidatura única ou não. A cada vez criam um imbróglio para retardar [a decisão sobre a candidatura única] e o tempo urge”, diz. “A União Brasil não pode ficar mais a reboque de querelas ou grupos que não queiram chegar a lugar nenhum”, afirma.

A União Brasil detém o maior fundo eleitoral e tempo de televisão entre as siglas e por isso o apoio da legenda é cobiçado pelos demais. ​

O post MDB avalia que União Brasil rejeita Doria, mas pode aceitar Tebet como presidenciável apareceu primeiro em Jornal de Brasília.