Polícia Federal comete gafe e agradece à banda Interpol por ajuda em operação

A Polícia Federal brasileira, em seu perfil oficial no Twitter, confundiu a banda americana de rock Interpol e a organização internacional de polícia que tem o mesmo nome. Em um post, a PF agradeceu o apoio da Interpol, a entidade policial, em uma operação contra pedofilia, mas acabou marcando o perfil do grupo musical na rede social.

“PF combate organização criminosa que produzia e comercializava imagens eróticas de crianças e adolescentes na internet. As investigações tiveram o apoio da @Interpol e da agência americana de segurança @DHSgov (Homeland Security Investigations)”, dizia o texto, publicado nesta quinta (28) no Twitter e depois apagado.

O perfil @Interpol, citado pela Polícia Federal do Brasil, é usado pela banda de indie rock liderada por Paul Banks, que despontou no cenário musical no começo dos anos 2000. A entidade policial homônima aos roqueiros, a Organização Internacional de Polícia Criminal, por sua vez, usa o perfil @INTERPOL_HQ na rede social.

A banda Interpol, aliás, é uma das atrações do festival Primavera Sound, que desembarca no Brasil entre outubro e novembro deste ano. O evento, criado e estabelecido em Barcelona, chega à América do Sul pela primeira vez, com uma edição em São Paulo. Arctic Monkeys, Lorde, Björk e Travis Scott são algumas das atrações principais.

O post Polícia Federal comete gafe e agradece à banda Interpol por ajuda em operação apareceu primeiro em Jornal de Brasília.