Trapp fala em português sobre conexão com Brasil e carinho por funk

Semifinalista da Liga Europa, o goleiro Kevin Trapp é mais brasileiro do que muita gente pensa. Em entrevista para o canal do Eintracht Frankfurt, que nesta quinta-feira (28) enfrenta o West Ham no primeiro jogo da semi do torneio continental, o ex-jogador do PSG ‘gastou’ o seu português e falou sobre a forte conexão que tem com o país verde e amarelo.

Além de ser noivo da modelo Izabel Goulart, o arqueiro alemão conviveu com brasileiros especialmente no Paris Saint-Germain, clube que defendeu entre 2015 e 2019.


Foto/Reprodução

“Gosto muito da cultura do Brasil, todo mundo parece sempre feliz, sempre com um sorriso no rosto. Parece que sempre está tudo bem”, iniciou, em português.

“A comida eu conheci com minha mulher e com os jogadores quando eu jogava no PSG. É um país que gosto muito, as pessoas que eu amo também. Não sei porque estou tão conectado, talvez por minha mulher ser brasileira, acho que isso tem grande parte na conexão, e por ter muitos amigos brasileiros também”, acrescentou.

Em seguida, Kevin Trapp se divertiu ao falar sobre o funk, seu gênero musical brasileiro preferido e que, segundo ele, ajudou muito no aprendizado da língua.

“Eu comecei aprender a língua com a música do funk. Acho que a primeira música que eu escutei era do Kevinho, porque era fácil de aprender. Aí comecei também a perguntar o que significava e tal, e era assim que aprendi também as coisas boas [risos]. O funk tem coisas que você não pode usar no dia a dia, mas gosto muito do funk também”, brincou.

Kevin Trapp é um dos destaques do Eintracht Frankfurt, que a partir das 16h (de Brasília) de hoje (28) encara o West Ham no primeiro jogo de uma das semifinais da Liga Europa, no estádio Olímpico de Londres. O duelo de volta está marcado para a próxima quinta, dia 5, na Alemanha.

O post Trapp fala em português sobre conexão com Brasil e carinho por funk apareceu primeiro em Jornal de Brasília.