Baile da Vogue: Luciana Gimenez se inspirou em Niemeyer. Genial!

Fina e chique, não podemos negar que o look de Luciana Gimenez no Baile da Vogue estava cheio de referências, mas só pegou quem teve a manha e expertise. A apresentadora se inspirou nas linhas do arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer, e a estilista Letícia Manzan deixou tudo MA-RA-VI-LHO-SO.

A ideia foi pensada por Gimenez ao ler a frase do próprio arquiteto: “Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro no curso sinuoso dos nossos rios, nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein”.

O vestido remete a referências como o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, a sede da ONU em Nova York, Catedral Metropolitana de Brasília e o Copan em São Paulo. Além disso, não poderia faltar a assinatura do arquiteto com linhas curvas e vãos livres, que deixaram o corpo da ex-modelo aparente.

Já a faixa branca com pontos de luz faz alusão a outro símbolo importante do Brasil: a bandeira nacional. Por meio do brilho foi representado o céu estrelado do Rio de Janeiro na proclamação da República.

“Eu sou uma pessoa muito ligada ao céu, adoro ficar contemplando. Valorizo tanto a noite quanto o dia, ainda mais no Rio de Janeiro com esse céu maravilhoso e sendo uma das cidades mais bonitas do mundo”, comenta a apresentadora.

O post Baile da Vogue: Luciana Gimenez se inspirou em Niemeyer. Genial! apareceu primeiro em Jornal de Brasília.