Italo Baia explica razões para coceira em tatuagens

Se você está prestes a fazer uma tatuagem ou já a fez, sabe que deve ter uma série de cuidados para que a arte cicatrize perfeitamente, sem risco de inflamações. É importante que o profissional explique todas as possíveis reações de seu corpo, durante e após o procedimento.

Dentre possíveis incômodos está a coceira, quando se forma a casca cicatrizante do desenho. O tatuador e especialista em Realismo Italo Baia, explica o porquê do processo:



Dentre possíveis incômodos está a coceira, quando se forma a casca cicatrizante do desenho

“A coceira nos primeiros dias é algo normal e faz parte da cicatrização. Porém, caso venha acompanhada de relevo na pele ou bolhas, não é normal. É preciso ter uma atenção redobrada, pois pode ser alergia a algum componente do pigmento da tatuagem ou a uma cor específica, por exemplo”.
Italo aponta que um outro fator que pode causar o problema nos primeiros dias após sua tatuagem é a alimentação.

“Há alimentos com alto teor inflamatório, como bebidas alcoólicas, frituras, frutos do mar e carnes vermelhas. Então, nesse caso, evite consumi-los logo após fazer sua tatuagem. O corpo responde de algum modo, piorando a inflamação natural do local”, pontua.



É importante que o profissional explique todas as possíveis reações de seu corpo, durante e após o procedimento

E para aqueles que já possuem uma arte já cicatrizada e, vez ou outra, coce ou fique em relevo, há possíveis causas. “Normalmente durante o verão, provavelmente seja uma reação da tatuagem à exposição solar, calor e suor. Por isso, é importante manter a pele sempre hidratada e usar protetor solar diariamente”, finaliza.

O post Italo Baia explica razões para coceira em tatuagens apareceu primeiro em Jornal de Brasília.