Em sua estreia como compositora, Juliette lança “Cansar de Dançar”, com presença dos ritmos bregafunk e pisêro

Juliette, vencedora do BBB21, que iniciou a carreira de cantora no mesmo ano de sua vitória, lançou na quinta-feira (05) seu mais novo hit “Cansar de Dançar”, com elementos do bregafunk e pisêro.

Essa é a primeira vez que um som assinado pela cantora ganha o mundo. A nova música foi produzida por HITMAKER – dupla de produtores responsáveis por trabalhos de grandes nomes, como Anitta, Luísa Sonza, Marina Sena e Jão – e por Juzé, que participou do EP “Juliette”.



A partir do sucesso estrondoso, Juliette vem fazendo parcerias de peso, através de suas colaborações com Alok, Luis Fonsi, Lunay e Lenny Tavárez (em “Un Ratito”) e Israel & Rodolffo (em “Sobre”)

De um jeito solto e dançante, a artista canta sobre querer se jogar na pista, sem amarras ou medo de ser quem é. A mensagem é ditada por versos como: “Entender quem sou / Qual o meu valor / Aonde eu quero ir / Vou me libertar”. Um videoclipe para o single será lançado em breve.

Juzé, Luket e Soulucas (Lucas Dantas), amigos e conterrâneos de Juliette, foram os responsáveis por criar um esboço da música, que chamou a atenção da artista pelo ritmo e pelo refrão. Depois, a cantora e Juzé juntaram-se para incorporar na letra o recado que ela queria passar, dando um tom poético à mensagem de diversão e empoderamento.

“A batida que predomina é o bregafunk! Ritmo nordestino que já ganhou o Brasil e mistura-se com pagode baiano e o funk carioca no single que promete balançar quem der o play”, comenta Juzé.

O músico diz ter sido interessante e surpreendente compor ao lado da musa. “Foi uma troca rápida na sintonia. Fechamos a música da melhor maneira que poderia ficar na voz dela”. Além disso, os produtores do HITMAKER afirmam que a interpretação da paraibana foi “de muita entrega”.



Essa é a primeira vez que um som assinado pela cantora ganha o mundo

Honrando suas raízes, Juliette encomendou para o single uma capa assinada pelo artista paraibano Chico Shiko, que se inspirou na estética tipicamente brasileira dos cartazes de filmes nacionais antigos, como “Dona Flor e Seus Dois Maridos” (1976) e “Bye Bye Brasil” (1979).

A nova faixa marca também a primeira vez em que a artista incorpora elementos do bregafunk, do pisêro e outros ritmos da música de rua nordestina ao seu som.

“É um ritmo que vocês ainda não me ouviram cantar. Estou ansiosa para vocês ouvirem”, comenta a artista. “Gosto muito de trabalhar sons e elementos que me fazem bem, que eu mesma gostaria de ouvir. É desse desejo que nasceu ‘Cansar de Dançar’. É uma música cheia de leveza, bom-humor, uma novidade no meu repertório. Espero de verdade atingir um efeito positivo nas pessoas”, finaliza.



Honrando suas raízes, Juliette encomendou para o single uma capa assinada pelo artista paraibano Chico Shiko, que se inspirou na estética tipicamente brasileira dos cartazes de filmes nacionais antigos, como “Dona Flor e Seus Dois Maridos” (1976) e “Bye Bye Brasil” (1979).

Seu espaço na música brasileira ganhou força em setembro do ano passado, com o EP que leva o nome da cantora, recorde de maior número de pré-saves da história do Spotify Brasil e segunda maior estreia de um álbum ou EP brasileiro na plataforma.

A partir do sucesso estrondoso, Juliette vem fazendo parcerias de peso, através de suas colaborações com Alok, Luis Fonsi, Lunay e Lenny Tavárez (em “Un Ratito”) e Israel & Rodolffo (em “Sobre”). A paraibana também se apresentou no Prêmio Multishow de 2021.

Em viagem pela Turnê Caminho desde março de 2022, a cantora caiu na estrada e já passou por diversas regiões do Brasil, apresentando em seu repertório de shows, faixas presentes no EP de estreia, assim como interpretações de canções de outros artistas que têm importância na trajetória dela.

O post Em sua estreia como compositora, Juliette lança “Cansar de Dançar”, com presença dos ritmos bregafunk e pisêro apareceu primeiro em Jornal de Brasília.