Kendrick Lamar faz deepfake de Will Smith para novo videoclipe

O rapper americano Kendrick Lamar utilizou a tecnologia de deepfakes para transformar seu rosto no de Will Smith no videoclipe da canção “The Heart Part 5”, que será uma das faixas de seu novo álbum, “Mr. Morale & The Big Steppers”, a ser lançado nesta sexta-feira.

Dirigido pelo rapper e por Dave Free, o vídeo também contém cenas em que o rosto de Lamar se metamorfoseia no de Kanye West e no O.J. Simpson, o ex-jogador de futebol americano acusado de matar sua ex-mulher.

A tecnologia conhecida como deepfake consiste em recriar digitalmente, através de programas com inteligência artificial, os traços físicos de uma pessoa, de modo que se chegue a um resultado que reflete perfeitamente sua voz, gestos e expressões faciais.

O uso de deepfakes nas redes sociais é cada vez mais difundido, e se popularizou com uma profusão de vídeos falsos de celebridades, além de já ter sido usado no mercado pornográfico –em especial no que é conhecido como pornografia de vingança–, em jogos eletrônicos, no cinema e na televisão, uma vez que a tecnologia permite, por exemplo, colocar o rosto de um ator famoso no corpo de um dublê.

Em época de eleições, os deepfakes aumentam as preocupações por serem facilmente usados para produzir conteúdos que buscam desinformar, as fake news.

“Vídeos de deepfakes podem ser usados para espalhar falsos rumores sobre candidatos. E até mesmo podem colocar em dúvida eventos verdadeiros, com a desculpa que tudo pode ser falso”, afirmou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo em 2019 o pesquisador Aviv Ovadya, que investiga como a informação circula no mundo.

O post Kendrick Lamar faz deepfake de Will Smith para novo videoclipe apareceu primeiro em Jornal de Brasília.