Rodoviária do Sol Nascente começa a receber estrutura metálica

A construção do terminal rodoviário do Sol Nascente segue em ritmo acelerado e os trabalhos atingiram 13% do cronograma no dia 2 de maio. A obra teve início em dezembro de 2021 com previsão de término em 18 meses, mas pode ficar pronta antes do prazo.

Nesta semana, serão colocados os pilares e as treliças metálicas, que vão receber a cobertura do terminal. Em cerca de 30 dias, a estrutura começará a receber o telhado e poderá ser vista de longe, bem acima da linha dos tapumes do canteiro de obras.

O investimento do GDF para construir a rodoviária é de R$ 3,5 milhões. O terminal do Sol Nascente será o primeiro do DF a contar com cobertura de telhas termoacústicas, que proporcionam mais conforto para os trabalhadores e usuários do transporte coletivo.

“Essa telha impede o ar quente de entrar e o ar frio de sair, amenizando a sensação térmica em até 7°C, além de ser um produto sustentável que reduz drasticamente os ruídos produzidos pelo choque da água da chuva, por exemplo”, explicou o arquiteto Thiago Alves de Souza.

De acordo com o engenheiro Marcos Martins Costa Junior, dentro de 60 dias, o pátio e os boxes de embarque começarão a ser pavimentados. Em seguida virá a etapa de instalações hidrossanitárias. “O ritmo acelerado da obra permite a previsão de início do acabamento para daqui a quatro meses”, disse.

O terminal de ônibus do Sol Nascente está sendo construído em terreno com área de 24.250 m² que fica na Quadra 105, Conjunto M, AE01, Trecho 02. A área construída será de 5.875 m² e o terminal contará com 6 baias para embarque, 10 pontos de estocagem, 14 vagas de estacionamento para veículos e 11 para motos, paraciclos com 24 vagas, 3 salas para apoio administrativo, além de lanchonete e banheiros com acessibilidade.

Transporte e emprego

Cerca de 20 mil pessoas serão beneficiadas com a nova estrutura e a estimativa é de que a construção gere mais de 200 postos de trabalho.

Alex Maurício Santana, 27 anos, é um dos auxiliares de manutenção da obra e morador do Sol Nascente. Conhecedor da realidade do transporte público no local, além de conseguir o emprego, ele comemora a construção da rodoviária.

“Eu moro a oitocentos metros do terminal e acho essa obra importante, principalmente para quem trabalha no Plano Piloto, pois quase todas as linhas que temos aqui vão para a Estrutural e a gente espera que depois da construção eles [a Semob] coloquem mais linhas diretas”, disse.

Os moradores do Trecho II contam com cinco linhas de ônibus, num um total de 168 viagens em dias úteis, 102 aos sábados e 55 aos domingos. Recentemente foi criada a linha 0.907, que faz o trajeto do Sol Nascente para a Rodoviária do Plano Piloto, e a 364.5 para o Taguatinga Shopping.

Após a construção do novo terminal, outras linhas poderão ser criadas, de forma que os usuários poderão ter acesso a destinos como no Plano Piloto, SIA/Saan, Águas Claras, Pistão Sul e Samambaia.

*Com informações da Secretaria de Transporte e Mobilidade do DF

O post Rodoviária do Sol Nascente começa a receber estrutura metálica apareceu primeiro em Jornal de Brasília.