Gusttavo Lima fala contra comunismo e defende ‘Deus, pátria e família’ em show

O cantor Gusttavo Lima, 32, se posicionou contra o comunismo em um show realizado em Brasília, no último sábado (21). A apresentação foi a mesma em que foram registrados vídeos de uma briga generalizada entre pessoas da plateia.

Durante o show, o músico defendeu “Deus, a pátria e a família” e ainda complementou dizendo que “aqui nunca vai ser o comunismo”. Apesar de não citar o nome do presidente Jair Bolsonaro (PL), o artista usou um discurso parecido com o do político.

O cantor sertanejo Gusttavo Lima se posicionou contra o comunismo ao realizar um show no último sábado, 21, em Brasília. O músico saiu em defesa de “Deus, pátria e família” e complementou afirmando que “aqui nunca vai ser o comunismo”. pic.twitter.com/RMbDEatqNv

— Jogo Político (@jogopolitico) May 23, 2022

Ele ainda pediu “liberdade para pensar, liberdade para agir, liberdade para conversar, liberdade para estar na internet, liberdade de expressão”. “O Brasil é nosso. O Brasil do trabalho, da conquista. O Brasil de Deus, pátria e família. É o Brasil de gente abençoada”, disse.

O evento aconteceu no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Na manhã desta segunda-feira (23), o sertanejo já havia comentado sobre a briga generalizada que aconteceu na apresentação, e soltou um comunicado lamentando a confusão.

“A organização do Buteco Brasília informa que o evento realizado no último sábado (21) contou com forte esquema de segurança. Lamentamos as ocorrências registradas, pois organizamos um evento para plena diversão do público”, diz o comunicado divulgado pela assessoria do cantor.

O post Gusttavo Lima fala contra comunismo e defende ‘Deus, pátria e família’ em show apareceu primeiro em Jornal de Brasília.